quarta-feira, 30 de maio de 2012

UM RASGO NA NOITE



Pensei que eu havia entrado em um túnel bastante escuro.

Só olhei para a frente, para trás, para os lados e para o chão onde pisava. Se tivesse olhado para cima e visto o céu estrelado, tinha percebido que era noite e o pesadelo não tinha continuado.

Do texto em construção “EM ESTADO DE ILUSÃO”.



Salete Cardozo Cochinsky em 30 de maio de 2012


9 comentários:

Nina Pilar disse...

bom reencontra-la e poder conjulgar o verbo amar...


Tem dias que o vento morde a noite, morde a carne, entre os dentes um grito abafado, apenas uma queixa apenas congela-me a noite abafada pelo ar úmido e frio da noite, pelas manhas folhas orvalhadas brilham com o pó das estrelas, onde gotas leves são levadas suavemente pelos caminhos... e caem como plumas aos nossos pés...

Amigos queridos queria orerta- lhes algo, e dizer que como é bom estar entre vcs outra vez.
Beijos, abraços...

Nina

Everson Russo disse...

A noite nos dá inúmeras possibilidades de sonhar...viver,,,sentir e amar...ela é imensa em suas cores...beijos querida e uma bela semana pra ti.

Nina Pilar disse...

Este teu poema lembrou-me outro poema que escrevi faz um tempo pra um amigo, escrevemos juntos conseguimos fazer uma bela parceria, ele escreve como água que escorre da bica, sabiedade, e palavras certas pra momentos certos, sempre ligados a terra, é um grande mestre das palavras, assim como vc, escreve visceralmente, profunda inquietude toma conta de mim, e eu continuo em busca das minhas respostas, não é fácil encontrá-las, assim como não é fácil não estar sempre entre vcs, mas, este semestre tinha muitos alunos, e o hospital estava cheio demais de novos estudantes que preferiram entrar na minha área, isso me fez afastar-me daqui, mas, abandonar nunca, neste período perdi a conta de qtas agendas ficaram lotadas, e muitas vezes ate a do trabalho, confusão, e risos, mas, era português, e francês não gosta de perder tempo tentando decifrar nada, e muito menos aprender nosso idioma, mas, o certo é que posso demorar, mas, sempre vou voltar... vou postar o poema que mandei pra este amigo e vetas como lembra o teu...apesar das enormes diferenças, apenas rasgamos juntas a carne com os dentes...e deixamos que o vento leve o que sobrou, pra um lugar que não sei onde esta, como é, como é difícil tentar fazer-se entender, qdo temos outras opções sejam literárias ou religiosas...mas, sigo assim, pergunto a visa toda, desde que nasci, acho que em vez de chorar, perguntei o que fazia ali, com tanta gente irreconhecível.
lindo o teu pôster amiga, escreves com uma fluidez impecável, e tocas dentro de nós, e deixas claro que o túnel escuro, não passa de uma ilusão, e transitório.
uma ótima semana amiga, muitas alegrias e muita vida viva.
beijo carinhosos

nina

Everson Russo disse...

Um belo dia pra ti minha amiga...beijos.

Guma Kimbanda disse...

Querida Salete

Senti o chão de terra vermelha nos meus pés descalços.
De olhos fechados pareceu-me ter sido invadido interiormente por esse céu iluminado de estrelas.
- Ilusão?

Beijos e kandandos

Ricardo e Regina Calmon disse...

Corações translúcidos como o teu é,minha doce e inesquecível amiga,nos fgaz perceber o brilho das estrelas ,mesmo na escuridão intensa

Feliz por em remissão de arritmia cardíaca de 245 pulsações por minuto,now,estou com 55 pulsaçoes,a morte súbita faleceu e eu,a viver continuo,mesclando pessoas e vida,amor e solidariedade!

bzuzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz

el rickaaaaaaaaaaaaaaa

Everson Russo disse...

Um belo dia pra ti minha amiga...beijos.l

Everson Russo disse...

Um bom dia pra ti minha amiga...beijos.

Everson Russo disse...

Uma bela segunda feira pra ti minha amiga,,,muita paz, carinho e poesias,,,e uma semana repleta de bons acontecimentos...beijos e beijos...