sábado, 17 de setembro de 2011

AMOR IN-VERSOS


De carinhos e carícias o desejo se alimenta,
Mas também desse perfume trazido pela grandeza
Dessa gentil natureza e seus odores,
Trazem a tona com as flores de laranjeiras,
De pessegueiros e romãzeiras
As mais perfumadas lembranças que alimentam
Os ciclos naturais de vida agraciada.



O amor é um tecido a ser acrescido
Com elementos nem sempre tão conhecidos.
A cada dia, desde a aurora a até a próxima,
Pois quando o sono nos acolhe traz consigo
Mais elementos, formas, são provimentos.



Se abrirmos as portas, janelas entram e saem por elas,
Nossos afetos que encontrarão não só insetos,
Mas um infinito canto que embala e convida
Viver a vida enquanto ela oferece
Todas as formas de amores irracionais,
Dos quais seletos, na percepção da emoção
Que vem de outras, naturezas concebidas.


Todas as fotos feitas pela autora em Porto Alegre-RS, Brasil

Por Salete Cardozo Cochinsky - final do inverno de 2011

18 comentários:

Salete Cardozo Cochinsky disse...

Olá, boa noite e domingo amigos
Fotos 1,2 4 e 5 foram feitas a noite.
Beijos

manuel marques disse...

Lindo os seus versos,mas penso que a pequenez do amor está na razão inversa da grandeza das palavras...

Beijo.

manuel marques disse...

Obs: As fotos estão lindas.

Lau Milesi disse...

Ai Saly, que versos lindos. Adorei as fotos também. E o "amor-in versos". Genial!!
Como diz o grande poeta Drummond:
"pratique o amor integral
uma vez por dia
desde a aurora matinal
até a hora em que o mocho espia". Parabéns, estás inspiradíssima. Beijosss.

claudete disse...

Obrigada pela visita Salete, sou uma Psicóloga frustada, rs, virei Odontóloga por acaso, mas partindo do princípio que tudo podemos...Estamos ai já com uma vasta caminhada. Posto Poesias , eventualmente no outro Blog , o primeiro e é lá que vou também te linkar. Gostei da sua forma de compor poemas.Belas fotos.

Ricardo Calmon disse...

Tô com o Manuel Marques,amada amiga,pessoa linda!

viva la vida

angela disse...

O amor e seus mistérios, seus segredos sempre maiores que nossa compreensão. Professores de nossa vida.
Bonita reflexão em versos bem bonitos.
beijos

Daniele Barizon disse...

Salete,

Bom ver novos posts por aqui. Nunca deixo de visitar. Belo poema. Que combina mais com o amor, senão a primavera? Um post - ainda que não declarado - sobre a nossa bemvinda primavera.

Bjs!!

antes blog do que nunca! disse...

A vida e seus ciclos...um mistério a percorrer!

1 Bj*
Luísa

Salete Cardozo Cochinsky disse...

É agradável sentir a presença de vocês. Bom final de semana.
Bjs.

Vinicius.C disse...

Olá boa tarde!

Venho deixar o meu beijo e desejar a vc um ótimo fim de semana!

Estou esperando por vc no Alma!

Guma Kimbanda disse...

Amor em primavera
resplandece renovado
de cores e perfumes
surpreendendo com elementos
ora desconhecidos ora já
experimentados e bem-vindos
tecidos e acrescidos
natureza em exponencial

Lindo Salete

kandandos a atravessar tanto mar...

Daniele Barizon disse...

Oi, Sally,

Estou curiosa sobre a viagem!!

Bjs!!

. intemporal . disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Salete Cardozo Cochinsky disse...

Queridos amigos e leitores
Atravessar mar, andar pelas montanhas, simbolizar os afetos desde a auro matinal com palavras e imagens, saudar cada lugar é um pouco do que podemos ir realizando a cada dia.
Obrigada Manuel, Lau, Claudete, Calmon, Angela, Daniela, Luíza e Renato, Vinicius, Guma e intemporal (Paulo)?

Ricardo Calmon disse...

Bom Dia,Amiga Querida!
Kibon percebermos nesse romper de fim de semana,teu sorriso e viver,isso isso,nos energiza,voce irradia sol, amiga girassol!

viva la vida!

Regina e Ricardo!

bzuz girassólicos nessa testa pensante!

Guma Kimbanda disse...

Olá Salete.

Desfraldando velas para que levem meu kandando até aí, atravessando tanto mar... com o desejo de um óptimo fim de semana.

Beijo

Tere Tavares disse...

Sente-se o caminhar pelas margens olentes da vida, do amor e da natureza. Um passeio sempre inesquecível. Abraço.