sexta-feira, 17 de julho de 2009

RE<>VELAÇÕES एम्:


RE<>VELAÇÕES em:



Linguagem:
que conta com devoção,
emoção, imperfeição,
afeição, simulação,
o que passa na oração
dos transeuntes do presente,
do legado aos sucessores
como se é afetado
pela teia e o redil.

Linguagem:
Que fez rir e faz chorar
dividir, multiplicar,
diminuir e acrescentar
fragmentos insolúveis,
insondáveis abundâncias,
atemporal ou circunstância,
das verossímeis lembranças
do irreversível nomeado,
ao que incógnito está.

Linguagem:
fugidia, evaporada,
de todo modo, expressada
quando se pensa calada
revolve o público e o privado
devolve com seus sinais,
desnuda vence as vaidades,
irrompe de identidades
vence tempos, se dissolve
criando outros canais.



Versão para o idioma espanhol pela autora

RE<>VELACIÓN

Lenguaje:
que cuenta devoción,
la emoción, la imperfección,
la afección , la simulación,
lo que pasa en la oración
de los transeúntes del presente,
sucesores de la herencia
cómo se é afectada
por la urdimbre y la cerca.


Lenguaje:

¿Qué te hace reír y llorar?
dividir, multiplicar,
reducir y añadir
insoluble en fragmentos,
insondable abundancia,
tiempo o circunstancia,
de los imaginables recuerdos,
de los inalterables nombrados
al que incógnito está.
Lenguaje:

fugaz, evaporada,
en cualquier caso, enunciada
cuando usted piensa calada,
escarba lo público y lo privado,
retorna con sus señales,
desnuda vence las vanidades,
irrumpe de las identidades
vence el tiempo, se disuelve
fundando otros canales.

Porto Alegre, RS – Brasil:
Por: Salete Cardozo Cochinsky





25 comentários:

Carlos, um jeito tabajara de ver a vida disse...

Salete, pelo que eu tenho visto, a linguagem diz o que queremos, e o que nao queremos também!!!!!

Abração!!!!!!

Tere Tavares disse...

Querida Salete,
As palavras são condutoras incorrigíveis, bastam-se de nos bastarem, e ainda assim isistem por mais. Oh vício memorável.
Beijos

Raquel disse...

Delícia de tema para escrever, ler, reflexionar... linguagem... linguagens.

Besitosss Guapetona!

Ana Guimarães disse...

Revela (às vezes) e re-vela, vela de novo, outra vez, outra vez, outra vez...
Beijo

Lau disse...

Olá Sally!!! Saudade de você...
Lindo poema, como sempre. Sally, Tudo na vida que é feito com emoção, afeição, admiração... multiplica-se.
Não é?

Um beijo

Ramosforest.Environment disse...

A Linguagem é meio de expressão, ação e transformação.
É sempre bom ler seus poemas e desfrutar de seus conceitos.
Abraços
Luiz Ramos

Djabal disse...

Para aqueles que gostam das palavras sua melodia poética é deslumbrante.
Nos modifica, ou dá a crença de que é possível, escapar das puras palavras, para os sentimentos que elas tentam denominar.
Ela é fugidia e evaporada, mas nos move, e move montanhas de desejos e rompe todos os limites possíveis e imagináveis. Disse alguém que as diferenças são encontradas pela razão e a emoção encontra as semelhanças. Sejamos pois, a cedilha dessa constelação de signos.
Mando como uma pálida resposta, a poesia de um trovador antigo, traduzida e que corresponde, em parte aos anseios da poesia moderna.

[De pouco vale o cantar
Se o canto não vem de dentro do coração:
E o canto não pode surgir do coração
Se nele não se encontra o perfeito amor cordial.
Por isso meu canto é bem feito:
Porque na alegria(gozo) do amor possuo e utilizo A boca, os olhos, o coração e o entendimento.]

Beijos.

Zilda Santiago disse...

Muito bom Salete!Parabéns pelo dia do amigo.Beijo no coração.

Luísa N. disse...

Salete querida, passando para lhe dizer que seu blog está em nossa lista de blogs amigos. Veja no final das páginas do Multivias. Bjs!

PS: Conseguiu desfazer aquilo que você chamou de 'confusão'?

Bia disse...

Oi flor!
Estou aqui para divulgar meu bazar, o Estilo Bazar, sou nova aqui nos blogs.
Dá uma passadinha lá para ajudar e dar uma olhadinha (vai que você se interessa por algo, né?).
ah, e ainda tenho muuuitas coisas para postar, então as atualizações serão bem frequentes ;)
se puder linkar, me avise para eu poder retribuir!
beijão e muito obrigada!
(se já te mandei esse comentário, por favor me desculpe)

http://estilo-bazar.blogspot.com/

Rosemari disse...

Salete

A linguagem como expressão de vida!
A palavra é vida!!
Muito lindo, querida.

beijos

007BONDeblog disse...

Salete

Boa noite,

É bom, é preciso sair por vezes da crueza de certos temas, e encontrar como agora, aqui, um texto tão interessante e convida a uma reflexão real, porém menos dura.

Um abraço e grato pela visita.

Ricardo Calmon disse...

Com sabedoria,palavras emanas,nos toca e sensibiliza,como neófitos amigos!

Bz\u Linda Curadora Da Mente!

Viva Vida!

Vicky disse...

Caro amiGO,
Como participante do ReUnidos AmiGOs voce é especial para nós. Sinta-se a vontade para adicionar o nosso banner no seu blog e venha participar mais ativamente dessa comunidade que foi feita para promover a nossa reUniao. http://enjeitadosdogo.blogspot.com/


Adorei a foto do livro abracando a moca!!!

Marcinha disse...

Olá Salete

Que linda foto, neste lindo texto...
linguagem ...me fez lembrar um livro que eu gosto muito as 5 linguagens do amor já leu ??
Parabéns pelo blog , iniciei o meu agora , dá uma passada por lá pra conferir !!!
bjos

Lau Milesi disse...

Passei por aqui para te dar um "alô".

Um beijo

007BONDeblog disse...

Salete

Grato pela visita e pelo carinho

Um abraço

Salete Cardozo Cochinsky disse...

Caros
Obrigada pela contribuição e co-criação desse texto com seus comentários.
Beijos

Marcinha disse...

Olá Salete

Obrigada por retribuir a visita, os seus elogios me tocaram muito, principalmente por que vem de uma psicóloga, que com certeza entende do assunto e sabe bem o que está falando ...
No ano de 2004 pedri um filho por causa de uma leucemia , por causa dos internamentos ficamos convivendo muito tempo em hospitais .Aprendemos a admirar muito o trabalho do voluntariado,
foi nessa época que li o livro da Maria Helena Gouveia , mais isso é uma outra história ...
PS: Já virei seguidora do teu blog se puder passa no meu , assim podemos acompanhar as atualizações de cada blog.
bjos

Dalton França disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Dalton França disse...

Linguagem: espetacular trama de fonemas e sinais que transcende as poesias geniais.

Maravilha, Salete! Um grande beijo!

Antonio Paulo disse...

Salete grande amiga minha perdoe-me mas esse velho gaúcho engatinha no manejo das ferramentas desse blogspot. E não havia eu ainda linkado seu blog. Mas enfim cá estou para dizer que agora falarei sua linguagem rsrsrsr. Um abraço minha vizinha.

Efigênia Coutinho disse...

Cardozo Cochinsky

Gostei muito de sua poesia, serei uma seguidora deste espaço literário,
com admiração,
Efigenia Coutinho
Escritora

Editor disse...

Esse novelo da linguagem, depois do giro da filosofia (que não é mais só da consciência), tem muito a nos ensinar.
Parabéns!

Salete Cardozo Cochinsky disse...

Obrigada Marcinha, Dalton.
Meu vizinho e poeta Antonio é um prazer revê-lo aqui.
Efigênia, cara poeta, promotora, divulgadora da poesia, gostei da surpresa, mas já nos contatamos desde 2005, Já publicamos Livro papel ao mesmo tempo pela Editora Alcance aqui de POA.
Bem-vindo Editor, trabalahmos com temas que se complementam.
Grata a todos pela presença bem-vinda.